Escolha uma Página

Existem basicamente três modalidades de estruturação de negócios internacionais com franquias e são conhecidas como Master-Franchising (também conhecida como Sub-Franchising), Desenvolvimento de Área e Joint Venture, onde:

MASTER FRANCHISING

Esta é a estruturação clássica onde o franqueador vende um território ou parte deste por um período determinado e orienta o franqueado a atuar como um agente independente de mercado, responsável pelo recrutamento e suporte continuado para sub-franqueados dentro das suas regiões.

DESENVOLVIMENTO DE ÁREA

Neste sistema, o franqueado será o responsável por um programa de implantação de várias unidades na sua região usando recursos próprios. É chamado de desenvolvedor de área e não tem direitos de revenda do conceito, ou seja, não pode vender franquias.

JOINT VENTURES

Muitos franqueadores tem iniciado sua expansão para mercados estrangeiros com contratos de joint venture onde a operação é partilhada com um sócio local que será o responsável pelo desenvolvimento do mercado. Os riscos são partilhados sendo que a marca e o sistema são licenciados pelo franqueador para a sociedade. Uma das questões principais que envolvem a negociação é o controle, baseado na eqüidade de cada um dos sócios. Em alguns casos este desafio é rapidamente resolvido por políticas governamentais que limitam a participação estrangeira na sociedade.